RJ – POLÊMICA SOBRE DELEGADOS

540
4282

A tese do sociólogo Michel Misse, que na edição de quarta-feira do DIA defendeu o fim da exigência de que delegados sejam formados em Direito para oferecer maior mobilidade na carreira policial, não agradou ao presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Rio, Wladimir S. Reale. Para o policial, é fundamental que o delegado tenha sim conhecimento de Direito.
“As cadeias brasileiras estão superlotadas, em parte, por causa da eficiência da polícia”, diz Reale. “A proposta do senhor Michel Misse é um factóide.” Reale acredita que há outras formas de melhorar o desempenho da instituição através do uso de tecnologias — segundo Misse, delegados concursados entram para a polícia sem qualquer conhecimento da profissão e ficam reféns de policiais mais antigos. “O Judiciário reclama da saturação de processos, mas sem os delegados, com formação adequada, o Ministério Público e o Judiciário entrariam em colapso”, disse o policial, ressaltando que a proposta de Misse está completamente fora da realidade.

 

Fonte: Adepol/RJ