Alvaro Dias lamenta greve de servidores da Justiça Federal

1081
18874

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) defendeu a aprovação de projeto que reajusta os salários dos servidores da Justiça Federal, que estão sem aumento desde 2006. Se aprovado, o aumento será pago em seis parcelas, acrescentou.

Segundo o senador, a defasagem salarial da categoria é de 49%, já descontado o reajuste de 15% concedido a todos os servidores públicos da União.

O projeto deveria ter sido votado no começo de junho, mas o governo pediu um prazo para apresentar uma outra proposta. Até agora nada foi sugerido, o que gerou a paralisação da categoria em todo o país, acrescentou o senador.

Ele explicou que as atividades essenciais foram preservadas pelos grevistas, como as investigações da Operação Lava-Jato, e afirmou que o governo não pode alegar a crise econômica para não dar o aumento aos servidores da Justiça Federal.

— Não são os servidores da Justiça Federal os responsáveis pela crise que há no país. Se há um grande responsável, este é o governo, que cometeu equívocos, adotou a contabilidade criativa, escondeu os buracos das finanças públicas nesses últimos anos, acumulou, portanto, desvios que hoje somados impactam com uma crise sem precedentes nos últimos anos.

O senador Alvaro Dias ainda voltou a defender proposta dele de reforma do Poder Legislativo, com a redução de um terço das vagas do Senado Federal, e de 20% das da Câmara dos Deputados e, proporcionalmente das assembleias legislativas e das câmaras de vereadores.

 

Fonte: Agência Senado