Adepol é elogiada por parlamentares durante 28º Congresso Nacional de Delegados de Polícia, em Fortaleza

0
1389


O encerramento foi realizado em clima de confraternização. “2013 foi um ano de muito trabalho para nós, e independente das dificuldades enfrentadas, temos muitos motivos para comemorações e muitas realizações que só foram possíveis graças ao espírito de união e determinação dos Delegados de Polícia, afirmou Paulo D’Almeida, Presidente da ADEPOL do Brasil.

Sucesso de público, o 28º Congresso Nacional de Delegados de Polícia, em Fortaleza-CE, que teve como tema “O Delegado na Construção de uma Polícia Cidadã”, contou com a participação de mais de 400 delegados de todos os estados da Federação, do Distrito Federal, e da Polícia Federal,que elogiaram o alto nível do encontro. A Adepol do Goiás levou a maior delegação, com 48 inscritos, seguida pela Adepol DF, com 35, e pela Adepol Pará, com 17 inscritos.

O Congresso, realizado anualmente, foi promovido pela Associação de Delegados de Polícia do Brasil (ADEPOL BR), em parceria com a Adepol do Ceará, a CVC Brasília e apoio da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal – ADPF e da Federação Nacional dos Delegados de Polícia – FENDEPOL. A solenidade de abertura do evento ocorreu na última quarta-feira (20), no salão de eventos do Hotel Vila Galé – Cumbuco/CE e contou ainda com a participação de parlamentares, membros da diretoria da entidade, presidentes de Associações e Sindicatos de Delegados de todo o País, além de representantes do governo do estado do Ceará, da Ordem dos Advogados do Brasil, do Poder Judiciário e de palestrantes convidados.

Como parte da programação, os congressistas tiveram palestras, lançamentos de livros, sorteio de brindes e momentos de confraternização. A entrega de tese da Dra. Silvia Araújo, da ADEPOL de Pernambuco, com o tema “O delegado no Estado Democrático de Direito”, também fez parte das atividades do Congresso.

Na quinta-feira (21), os congressistas assistiram à primeira palestra do encontro, com o Prof. Leandro Vasquez, Doutor em Direito Penal, e representante do Conselho Federal da OAB, e que teve como tema “A investigação criminal e a defesa dos direitos do cidadão”. Na seqüência, o Dr. Wladimir Sérgio Reale, Vice-Presidente Jurídico da  ADEPOL/BR e Presidente da ADEPOL/RJ, falou sobre o tema “A ADEPOL do Brasil no STF”. Já o Dr. Luiz Flavio Gomes, Jurista e Cientista Criminal, falou sobre o tema  “O Delegado de Polícia na mediação de conflitos”. (vídeo)

Em outro painel, que contou com a participação da ADEPOL/BR, ADPF e FENDEPOL, o Dr. Kleber Luiz da Silva Junior, assessor especial da ADEPOL/BR e Assessor Institucional da Polícia Civil do DF, fez uma apresentação das principais proposições em andamento no Congresso Nacional. Os Reflexos da Lei nº 12.830/2013 foi o tema de um painel que contou com a participação dos delegados da Polícia Federal, Dr. Sandro Lucio Dezan, Dr. Marcio Adriano Anselmo, Dr. Franco Perazzoni e mediação do Dr. João Nazareno Nascimento Moraes, Presidente do SINDELP PA e Conselheiro Da ADEPOL/BR. Fechando o 2º painel, o presidente da FENDEPOL, Dr. José Paulo Pires,que apresentou uma proposta de planejamento estratégico.

Na sexta (22), terceiro e último dia do evento, a programação contou com painel sobre “A segurança das relações jurídicas e a usurpação das atribuições de Polícia Judiciária”, com o Dr. Marco Antônio Marques da Silva, Professor, Pós doutorado em Direito Penal e Desembargador de justiça de São Paulo. Em outro painel, os deputados João Campos, Lourival Mendes e Mendonça Prado falaram sobre a “Autonomia e Valorização da Polícia judiciária”. Os parlamentares também aproveitaram para destacar o excelente trabalho da Adepol do Brasil, junto com a ADPF, no Congresso Nacional.

A carta de Fortaleza será encaminhada dentro dos próximos dias.

Segue link com todas as fotos do evento:

https://plus.google.com/u/0/photos/103697785091360178226/albums